Três Lagoas: SES assina contrato de R$ 48,6 milhões com município e Hospital Auxiliadora

Três Lagoas: SES assina contrato de R$ 48,6 milhões com município e Hospital Auxiliadora

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, esteve nesta sexta-feira (6) em Três Lagoas para assinar, junto com o município, às 14h00, contrato anual com a Associação Beneficente Nossa Senhora Auxiliadora no valor de R$ 48,6 milhões, prevendo um repasse mensal de R$ 4.056.687,82 para o Hospital Auxiliadora, mantido pela entidade. Às 15h30, o secretário fará, junto com autoridades locais, uma vistoria às obras do Hospital Regional, em construção às margens da Rodovia BR-258.

Do valor total de R$ 48,6 milhões, o pagamento do contrato contará com recursos federal, estadual e municipal, pagos em 12 parcelas. O Ministério da Saúde fará repasse mensal de R$ 2.078.033,25 (R$ 24,6 milhões/ano); o Estado arcará com R$ 916.717,06/mês (R$ 11 milhões/ano) e o município vai aplicar, mensalmente, R$ 1.061.937,51, totalizando repasse anual de R$ 23,7 milhões.

Com esses recursos, o Hospital Auxiliadora deverá ampliar a oferta de serviços aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Entre outras especialidades, o contrato possibilitará aumento nos procedimentos relacionados à Urgência e Emergência, hemodiálise.

Para receber os recursos, o Hospital Auxiliadora deverá prestar contas e cumprir metas de procedimentos no atendimento em urgência e emergência, cirurgias eletivas, cirurgias gerais, otorrinolaringologia, urologia, vascular, bucomaxilofacil, ortopedia, ginecologia e pediatria.

Em relação aos procedimentos de média complexidade, também haverá metas estabelecidas para coleta de materiais para biópsia, mamografias, broncoscopia, colonoscopia, videolaparoscopia, laringoscopia, histeroscopia cirúrgica, fornecimento de medicação opióde, diagnóstico em laboratório clínico, diagnóstico por radiologia, endoscopia, pequenas cirurgias e cirurgias de pele, tecido subcutâneo e mucosa, cirurgia das vias aéreas superiores, da cabeça e do pescoço, cirurgia do aparelho da visão, cirurgia do aparelho digestivo, órgãos anexos e parede abdominal, cirurgia do sistema osteomuscular, do aparelho geniturinário, da mama, orofacial e outras.

Também haverá procedimentos de alta complexidade como tomografia, hemoterapia, densitometria óssea, ressonância magnética, cintilografia e quimioterapia.

Além do secretário estadual Geraldo Resende, o contrato foi assinado pelo prefeito Ângelo Guerreiro, Maria Nilda C. Rangel, diretora da Sociedade Beneficente do Hospital Auxiliadora; e pela secretária municipal de Saúde Maria Angelina da Silva Zuque.

Hospital Regional

Em construção às margens da Rodovia BR-158, no Distrito Industrial, o Hospital Regional de Três Lagoas está com suas obras executadas em mais de 90%, com previsão de entrega até o final deste ano, segundo o secretário Geraldo Resende.

A unidade é considerada estratégica para o atendimento hospitalar na região do Bolsão, demandando um investimento de mais de R$ 56 milhões, sendo R$ 21 milhões do Governo do Estado e o restante do BNDES. Será referência no atendimento de média e alta complexidade para os moradores de Água Clara, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Brasilândia, Cassilândia, Inocência, Paranaíba, Santa Rita do Pardo e Selvíria e Três Lagoas.

O Governo do Estado também já dispõe de recursos da ordem de R$ 35 milhões para a compra dos equipamentos que serão necessários para o funcionamento da unidade hospitalar, como aparelhos de ressonância nuclear magnética, centro cirúrgico e mobílias.

Por: Suelen Morales/ Enfoque MS                                        Foto: Divulgação

Deixe seu comentário