Para manter campanha 100%, Seleção Brasileira enfrenta o Peru pelas Eliminatórias

Para manter campanha 100%, Seleção Brasileira enfrenta o Peru pelas Eliminatórias
Após goleada por 5 a 0 na estreia, Seleção Brasileira mede forças com o Peru, em Lima, em busca de mais três pontos rumo à Copa do Mundo do Catar.

É dia de Seleção Brasileira em campo! Nesta terça-feira (13), o Brasil enfrenta o Peru pela segunda rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022. A bola rola às 20h (horário de MS), no Estádio Nacional, em Lima.

Após estrear goleando a Bolívia por 5 a 0, o Brasil quer manter a pegada e se firmar na liderança das Eliminatórias. O confronto desta terça-feira é essencial para confirmar o bom início de competição, mas não promete ser fácil, como indica o retrospecto recente entre as duas equipes.

Brasil e Peru se encontraram na final da Copa América de 2019, no Maracanã. Em um jogo muito disputado, a Seleção Brasileira derrotou La Blanquirroja por 3 a 1. O primeiro reencontro após a decisão foi em setembro do ano passado. Em jogo preparatório, o Peru derrotou o Brasil por 1 a 0, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Com a experiência destas duas partidas, o técnico Tite sabe que o Brasil terá um desafio e tanto pela frente nesta terça-feira. Em entrevista coletiva, o treinador afirmou que tanto o triunfo na Copa América quanto a derrota em setembro já estão no passado, mas constatou que são uma demonstração da qualidade do adversário.

“Nós vencemos contra o Peru, mas é o mesmo que nos venceu. É uma situação passada, de diferença, de um adversário importante, de qualidade importante, de um grau de dificuldade técnica e física superior ao que nós enfrentamos (contra a Bolívia). Não desmerece o nível de atuação, mas relativiza, contextualiza e nós temos que ter essa capacidade. Estou pensando em repetir o desempenho, a ideia de futebol e que a equipe jogue muito. Que ela tenha a consciência de criar e fazer gol, que seja dura e dificulte o adversário ao máximo as conclusões para, se possível, não tomar gol, para que saia com a vitória”, analisou Tite.

A Seleção Brasileira fez todo seu período de preparação para esta partida em território nacional. Seguindo protocolos estabelecidos pelo departamento médico, a delegação do Brasil só viajou ao Peru na noite desta segunda-feira, após fazer uma última atividade no Centro de Treinamento Joaquim Grava, em São Paulo.

Auxiliar técnico da Seleção, Cléber Xavier destacou o esforço feito por todos para que o trabalho pudesse ser realizado da melhor forma possível, mesmo em uma situação completamente diferente, por conta da pandemia de coronavírus. Ao lado de Tite na entrevista, ele recordou o início dos treinamentos, na Granja Comary, e fez um balanço sobre o que foi feito nesta Data FIFA.

“A gente trabalhou bem em Teresópolis, com tranquilidade. Mesmo com o problema do Neymar, a gente conseguiu colocar em prática tudo que  desenvolveu nesse período, que foi longo. A vinda agora para São Paulo, também, tanto antes do jogo, quanto depois, agora em preparação contra o Peru. Conseguimos desenvolver, com a dificuldade que a gente esperava ter maior, de vir um jogador de cada lugar, alguns voltando a jogar há pouco tempo, outros voltando de lesão. Era nossa preocupação. Conseguimos equilibrar e desenvolvemos bem para o primeiro jogo e agora temos todos em condições para o segundo jogo”, disse Cléber Xavier.

Sobre o adversário

O Peru vive um dos melhores momentos de sua história. Em 2017, após uma arrancada nas Eliminatórias, La Blanquirroja garantiu a vaga na Copa do Mundo da Rússia, encerrando um jejum de 38 anos sem ir aos Mundiais. Liderados por Paolo Guerrero, que se tornou, nesse meio tempo, o maior artilheiro da história do Peru, a equipe voltou a surpreender na Copa América de 2019.

No mata-mata, o Peru eliminou o Uruguai e destronou o Chile, que defendia o bicampeonato da competição. A Seleção Peruana só parou na final, quando encarou o Brasil e acabou derrotada por 3 a 1. Sem poder contar com Guerrero, que está fora por lesão, o Peru começou as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 acreditando na manutenção do trabalho. O técnico ainda é o argentino Ricardo Gareca, responsável pela campanha que levou a equipe ao Mundial da Rússia.

Logo na primeira rodada, o Peru enfrentou o Paraguai, que foi um de seus principais adversários pela vaga em 2018. Jogando fora de casa, empatou por 2 a 2. Os dois gols peruanos foram marcados por André Carrillo. Com o resultado, o Peru divide a quinta posição com o Paraguai. Este foi o único empate da primeira rodada das Eliminatórias.

Reencontro especial

Brasil e Peru se enfrentaram duas vezes na última Copa América, com duas vitórias brasileiras. Primeiro, pela fase de grupos, a Seleção derrotou os peruanos por 5 a 0 na Neo Química Arena, com gols de Casemiro, Roberto Firmino, Everton, Daniel Alves e Willian. Separados em chaves diferentes no mata-mata, os dois times foram avançando e voltaram a se encontrar na grande final.

Diante do Maracanã lotado, o Brasil teve dificuldades contra o Peru. No primeiro tempo, Everton abriu o placar para a Seleção Brasileira. Antes do intervalo, Paolo Guerrero, de pênalti, deixou tudo igual. Antes do intervalo, Gabriel Jesus voltou a colocar o Brasil na frente. A vitória ficou completa com o gol de Richarlison na segunda etapa e a Seleção conquistou a Copa América pela nona vez.

Na última disputa de Eliminatórias, o Brasil venceu o Peru tanto em casa como fora. Em seus domínios, a Seleção venceu por 3 a 0, com gols de Douglas Costa, Renato Augusto e Filipe Luís. Em Lima, Gabriel Jesus e Renato Augusto, mais uma vez, marcaram para a vitória por 2 a 0 da Seleção.

Por: Enfoque MS                                Foto: Divulgação

Deixe seu comentário