quarta-feira, 17 julho, 2024

Líder do PCC na fronteira de MS é preso em operação no Paraguai

Foto: Senad

A quarta fase da Operação Fronteira resultou na prisão de um dos principais chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC), a maior e mais perigosa facções criminosas do Brasil e do Paraguai.

O bandido preso é conhecido pelo apelido de ‘Cara Gorda’, de 45 anos. Segundo as informações, agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai) o localizaram em uma casa na cidade de Salto del Guairá, capital do departamento de Canindeyú.

A operação cumpriu quatro mandados de busca e apreensão em endereços de pessoas envolvidas com o tráfico de drogas naquele município. O traficante foi cercado pelos agentes e não teve tempo para reagir ou fugir, se entregando logo depois.

De acordo com as informações da Senad, ele era alvo de dois mandados de prisão decretados pela Justiça brasileira e está condenado a pelo menos 30 anos de reclusão.

A investigação pontua que a principal função dele no PCC era coordenar e controlar o abastecimento de drogas e de armas a facções do Rio de Janeiro.

Antes de se refugiar na fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul, ‘Cara Gorda’ escapou de um presídio no Paraná, mas foi preso novamente em 2006, na época, foi descoberto um plano dele para resgatar outros detentos.

Além disso, ele já foi preso no Paraguai, em maio de 2016, e até mesmo expulso do território vizinho, sendo entregue as autoridades brasileiras, mas logo ganhou liberdade novamente e desde então passou a se esconder na faixa de fronteira.

Por: André Farinha/ Enfoque MS

Veja também

- Publicidade -

WebRádio Plenitude

Últimas Notícias

- Publicidade -