quinta-feira, 18 julho, 2024

Programa de Qualificação da Suzano fecha 2020 com 103 novos profissionais preparados para atuar no setor florestal

Com o objetivo de gerar emprego e renda e suprir carência no mercado, a empresa promoveu cinco cursos gratuitos para a formação de novos operadores de máquinas florestais, com turmas em Três Lagoas, Brasilândia e Água Clara

O Programa de Qualificação Profissional da Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, encerra 2020 com 103 novos profissionais preparados para atuar no setor florestal. No decorrer do ano, a empresa promoveu cinco cursos para a formação de novos operadores de máquinas florestais, o que corresponde a um novo profissional lançado no mercado de trabalho a cada três dias.

A primeira etapa da formação ocorreu entre os meses de julho e agosto, quando foram formados 43 novos operadores por meio de uma inovação da Suzano, que adaptou todo conteúdo teórico do curso para o formato on-line.

Em novembro, começou uma nova etapa do programa. Em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), tiveram início os cursos para a formação de 60 novos operadores de máquinas florestais em Três Lagoas, Brasilândia e Água Clara, cerca de 20 participantes por turma; boa parte deles, sem vivência no setor florestal.

Com uma carga horária de 256 horas-aulas, o curso foi dividido entre aulas teóricas, em salas de aula, e práticas, realizadas nos módulos florestais da empresa – nos dois casos, seguindo rígidas medidas de biossegurança, como uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento social. Em Três Lagoas, o curso foi concluído na primeira semana de dezembro. Em Brasilândia e Água Clara, as aulas ainda estão em andamento.

“O ano de 2020 foi marcado por muitos desafios, mas também por muitas conquistas. A pandemia do novo coronavírus pegou o mundo de surpresa, mas conseguimos superá-los para seguir com o nosso Programa de Qualificação Profissional. Tivemos que nos reinventar e lançamos o primeiro curso de formação de operadores de máquinas florestais à distância. Recentemente retomamos os cursos presenciais com todas as medidas de biossegurança necessárias para garantir a formação segura dos participantes. Estes resultados só reforçam o compromisso que temos com o desenvolvimento social de Mato Grosso do Sul”, destaca Angela Aparecida dos Santos, gerente de Gente e Gestão da Unidade Três Lagoas da Suzano.

Oportunidade de trabalho

Os cursos oferecidos pelo Programa de Qualificação da empresa são gratuitos, com o objetivo de suprir carências do mercado de trabalho detectadas no setor e, principalmente, colaborar com a qualificação da mão de obra local e geração de emprego e renda nas comunidades onde mantém operações.

Com as novas turmas formadas, sobe para 840 o número de profissionais qualificados pela Suzano nos últimos cinco anos, aproximadamente, sendo que pelo menos 700 deles, contratados pela empresa após o término do curso. De 2015 até hoje, foram 30 turmas de operadores de máquinas florestais e 6 de mecânicos abertas na região. Das turmas formadas no início do segundo semestre deste ano, 24 alunos foram contratados pela empresa. Os outros candidatos foram inscritos no banco de talentos da empresa.

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de árvores, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

Por: Assessoria Suzano                                    Foto: Divulgação

Veja também

- Publicidade -

WebRádio Plenitude

Últimas Notícias

- Publicidade -