Castilho: Prefeita atribui busca e apreensão na prefeitura a perseguição política

Castilho: Prefeita atribui busca e apreensão na prefeitura a perseguição política
Fátima Nascimento afirma enfrentar oposição sistemática de adversários desde o primeiro dia de governo

Castilho, 18/09/2020 – Alvo de busca de apreensão de documentos na manhã desta sexta-feira (18), a Prefeitura de Castilho manifestou-se sobre a ação do Ministério Público Estadual e da Polícia Civil. Por meio de nota, a administração municipal esclareceu que a denúncia refere-se a suposta irregularidade em licitação de evento realizado na cidade em 2019 (Festa do Pescador/Rodeio), e partiu de um adversário político da prefeita Fátima Nascimento.

Imediatamente, a prefeita posicionou-se reconhecendo a importância de o MP e a Polícia Civil fazerem o seu trabalho, e colocou-se à disposição das autoridades para contribuir com o fornecimento de documentos e informações. “Eu sou a maior interessada em solucionar toda e qualquer questão relativa a supostas irregularidades no uso de recursos públicos municipais.Tenho a consciência tranquila de que absolutamente nada foi feito de errado, tanto que ordenei aos servidores que fossem absolutamente transparentes em relação a toda e qualquer solicitação da autoridade policial e Ministério Público”, disse a prefeita.

Fátima Nascimento demonstrou indignação em relação ao fato de a denúncia mirar o seu advogado particular. “Como os meus adversários não conseguem encontrar nada contra a minha gestão, eles focam a minha família e os meus amigos para me atingir. Fico muito chateada com essa covardia. Trata-se de mais uma denúncia vazia de gente que não se conforma com a minha boa gestão”afirmou Fátima.

A prefeita de Castilho finalizou a sua fala explicando que a perseguição dos adversários ocorre desde o primeiro dia do mandato. “O gestor público está sujeito a denúncias, isso é normal. Mas o que fazem comigo, tentando me atingir indiretamente por meio das pessoas que eu gosto, chega a ser desumano. De qualquer forma, não vão conseguir me desestabilizar nem me fazer recuar do meu propósito de tornar Castilho um lugar melhor para se viver, pelo contrário, sou igual massa de pão, quanto mais batem, mais eu cresço”.

Por: PMC                                                    Foto: Divulgação

Deixe seu comentário